READING

Rosângela Dorazio e a reinvenção da gravura

Rosângela Dorazio e a reinvenção da gravura

fullsizerender-1

Instalada em um apartamento projetado por João Kohn nos Jardins, Rosângela Dorazio propõe um terceiro olhar sobre duas técnicas de arte consagradas: a gravura e a fotografia. Pelas paredes, suas obras de arte comunicam seu desejo de discutir o tempo. “Quando tiramos uma fotografia, eternizamos um momento de nossas vidas ali. Eu quis interferir e propor um novo conceito”, diz Rosângela.

Ouça Rosângela Dorazio falar sobre sua carreira no podcast abaixo.

fullsizerender

Rosângela Dorazio fotografa e faz intervenções no que registrou. Ao mesmo tempo em que questiona os processos tradicionais da criação da arte, oferece uma terceira via

O processo de criação de Rosângela acontece da seguinte maneira: ela sai pra rua com uma câmera para registrar imagens. Depois, as imprime e faz intervenções, dando novas texturas às fotografias. Em algumas obras, ela quase chega a apagar o que viu. O resultado é impressionante, já que as obras têm grandes proporções.

unnamed-1

Fotografia, gravura ou pintura?

O reconhecimento de seu trabalho, entretanto, chegou tarde. Não porque demorou – é que Rosângela foi estudar Artes Plásticas com 30 anos. Aos 53, ela lembra que a irmã era a desenhista na família. E que a avó caprichava em tudo o que fazia, tinha um apuro estético. “Mesmo ao enviar um bolo à vizinha, ela adornava com uma flor”, lembra a artista plástica.

unnamed-1

Com filhos pequenos, voltou à faculdade. “Eu queria ser feliz, já tinha tentado fazer outras coisas, mas existia esse chamado dentro de mim”, diz. “Morei na Alemanha e na Espanha e de volta ao Brasil, resolvi fazer o que desejava desde sempre. Logo que cursei a FAAP, ganhei um prêmio e enviei minhas peças ao Centro Cultural São Paulo. O Museu de Arte Moderna também viu meu trabalho e pediu uma doação de obra”, lembra Rosângela.

 

 

unnamed-4

 

Depois dos trabalhos em que fez intervenções no que ela considera um questionamento sobre o “tempo”, Rosângela se debruça hoje sobre um outro projeto, em que ela oferece, aos seus seguidores na rede social Facebook, a possibilidade de ter uma obra sua. “Imprima Que Eu Assino ou Troca Troca”é o nome que ela deu a uma série de desenhos que ela posta desde o início de junho. Quem quiser uma impressão assinada, deve imprimir duas cópias e enviar para Rosângela pelo correio, com envelope e selo para devolução. Ela fica com a cópia e irá usá-la da maneira que decidir. Cabe ao voluntário escolher o papel, a impressora e a saturação de cor e o tamanho. Quem tiver interesse, deve entrar em contato com a artista por mensagem direta (inbox).

 

https://www.facebook.com/rosangela.dorazio

 

O resto ela conta pessoalmente. Vamos???

Para conhecer mais sobre Rosângela Dorazio, visite o site da artista.

unnamed-6

Da série Partido

unnamed-7

unnamed-9

 

unnamed-13

 

captura-de-tela-2016-10-05-as-14-22-15-1

Rosângela Dorazio, aos 53 anos, feliz e realizada por ter escolhido ser uma artista plástica


RELATED POST

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

INSTAGRAM
PINTEREST